Em luta constante para a melhoria da SP008, o deputado Edmir Chedid voltou cobrar nesta quarta-feira 23 de dezembro de 2020 o Governo de São Paulo, o parlamentar lembra que a rodovia já esteve prestes a ser duplicada, mas o governo de Geraldo Alckmin redirecionou a verba destinada a região.
Em 2014 o Estado de São Paulo havia estimado os recursos em R$ 357 milhões, valor que viria de investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no entanto, a gestão Geraldo Alckmin - Márcio França decidiu "redirecionar" os investimentos a fim de recuperar empreendimentos que atendiam a Região Metropolitana de São Paulo, seis anos depois a obra não saiu do papel.
Em vídeo publicado nas redes sociais na tarde deste dia 23 de dezembro de 2020, o deputado estadual Edmir Chedid explanou sobre sua reunião com a subsecretária de parceria e inovação Tarcila Reis Jordão, responsável pelas concessões em SP, esteve ainda no gabinete do vice governador Rodrigo Garcia na tentativa de equacionar o problema onde expressou seu repudio a “Falta de agilidade, eficiência e eficácia” disse.
Indignado após dois anos insistindo na solicitação, o deputado afirmou que não existe uma data para o fim do problema, Edmir lembrou que no início do governo João Doria, o próprio govenador prometeu que tomaria providências quanto a duplicação da rodovia que liga Bragança Paulista ao Circuito das Águas, bem como a SP063 (Bragança / Itatiba), outra via com grande movimento de veículos e que é de grande risco aos motoristas que nela trafegam.
Subindo o tom e mudando a estratégia.
O parlamentar assegurou que esgotado o prazo solicitado pela subsecretária Tarcila para uma resposta levará o caso ao plenário da Alesp, afirmou também que se reunirá com os prefeitos da região para unir forças e reivindicarem urgência nesta importante obra, em suas palavras o deputado afirmou: “Se o governo não tem dinheiro e não termina o projeto a partir de agora a cobrança será através do plenário e em reuniões com os prefeitos da região.
Recordando o caso.
04 de fevereiro de 2015
DER solicitou licença prévia à CETESB para obras na SP-008. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) confirmou ter solicitado à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) licença prévia para as obras de recuperação das pistas e dos acostamentos da SP-008
05 de agosto de 2015
O Estado confirmou que obras na SP-008 teriam início em fevereiro de 2016. Segundo notícias da época o investimento total seria de R$ 357 milhões, terceiro maior valor destinado pelo governo do Estado para projetos em rodovias do interior.
23 de setembro de 2015
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) confirmou no dia 23 de setembro, que o projeto executivo das obras de duplicação e dos serviços de melhorias da SP-008 (Rod. Cap. Bardoíno), no trecho entre Bragança Paulista e Socorro, receberá atendimento prioritário conforme solicitação do deputado Edmir Chedid (DEM).
21 de janeiro de 2016
A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), vinculada à Secretaria do Meio Ambiente, em 21 de janeiro emitiu Licença Ambiental Prévia ao projeto executivo das obras de duplicação e dos serviços de melhorias da SP-008.
10 de novembro de 2016
O atraso na publicação da licitação para a execução das obras de duplicação e dos serviços de melhorias da SP-008 (Rod. Cap. Bardoíno) entre Bragança Paulista, Pinhalzinho e Socorro foi tratado novamente pelo deputado Edmir Chedid (DEM) durante reunião com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Armando Costa Ferreira.
19 de setembro de 2017
Prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas endureceram o discurso e anunciaram a formação de uma ampla frente em defesa da duplicação e melhorias nos trechos urbanos da SP-008 e SP063. A iniciativa dos prefeitos tem por finalidade pressionar o governo do Estado a autorizar a execução do projeto dessas duas obras que, juntas, somam investimento aproximado de R$ 750 milhões.
27 de setembro 2019
Após vistoria de rotina à rodovia, Edmir Chedid destacou a falta de conservação do pavimento asfáltico. "Estou fazendo vistoria nessa rodovia, que está aos pedaços", disse. "Aqui é possível fazer turismo de aventura com emoção. Não é brincadeira! Existem pessoas morrendo aqui, pois temos o registro semanal de acidentes fatais", complementou.
Enquanto a solução não vem a população sofre com o péssimo estado do pavimento, com a falta de manutenção de acostamento e poda de arvores, que caem com uma chuva um pouco mais pesada, as mortes se somam em acidentes frequentes.
Os prefeitos da região discutem uma possível concessão da via com a instalação de pedágios, o que poderia ser uma solução em menor prazo, porém onerando ainda mais os motoristas.
Jornalista Adriano Pinheiro